CONHEÇA A IMPORTÂNCIA DE SABER PRATICAR GESTOS QUE SALVAM.
Posts recentes

Introdução

Dor Precordial

SBV

Engasgamento

Choque

Hemorragias

Intoxicações

Feridas

Golpe de Calor

Insolação

Geladura

Hipotermia

Alcoolismo agudo

Epilepsia

AVC

Diabetes

Anexos

Pesquisar neste blog
 
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Links úteis
RSS
Terça-feira, 6 de Maio de 2008
Hemorragias
Sinais e Sintomas:
 
-Visualização da saída de sangue
 
Quando a hemorragia é grave ou interna invisível, é possível identificar a presença de outros sinais e sintomas:
- Dor local ou irradiante;
- Sede (sempre que há perda de líquidos orgânicos em quantidade)
- Zumbidos;
- Dificuldade gradual de visão;
- Pulso progressivamente rápido e fraco;
- Ventilação progressivamente mais rápida e superficial;
- Pupilas progressivamente dilatadas;
- Outros sinais e sintomas de choque.
 
Primeiro Socorro:
 
Tem por finalidade estancar a hemorragia ou, quando isso não seja possível, limitar ao máximo a saída de sangue.
 
- Arejar o local para a vítima poder ventilar de forma mais eficaz;
- Desapertar as roupas no pescoço, tórax e abdómen;
- Animar e moralizar;
- Se consciente, instalar a vítima numa posição de conforto, movimentando-a o menos possível;
- Se inconsciente, em PLS;
- Manter a temperatura corporal;
- NÃO DAR NADA A BEBER;
- Promover a evacuação para o hospital.
 
 
Hemorragia interna visível
 
O sangue sai da boca e provém dos pulmões
Hemoptise: sangue vermelho vivo e espumoso que sai acompanhado de tosse e falta de ar (dispneia).
  • Fazer tudo o que é preconizado como actuação geral.
  • Se consciente, recomendar que a vítima ventile pausadamente para evitar tossir.
 
O sangue sai da boca e provém do tubo digestivo
Hematemese: sangue de cor diversa que sai acompanhado de vómito e geralmente de dor abdominal.
  • Fazer tudo o que é preconizado como actuação geral.
  • Se consciente, colocar a vítima deitada sobre o lado esquerdo.
  • Colocar um saco de gelo sobre o abdómen.
 
O sangue sai pelo nariz
Epistáxis
  • A hemorragia pelo nariz pode ser devida a traumatismo craniano. Sempre que haja suspeita desta situação, não tamponar nem fazer compressão digital;
  • Colocar a vítima com a cabeça direita, no alinhamento do corpo. Fazer compressão com os dedos polegar e indicador em pinça, apertando as extremidades das narinas durante cerca de 10 minutos;
  • Aplicar frio no local, através do uso de gelo, não directamente sobre a pele;
  • Apenas em ultimo caso, pode fazer o tamponamento das duas narinas usando para o efeito uma tira de pano ou gaze;
  • Se necessário, promover o transporte ao hospital.
 
Hemorragia externa
 
Existem três processos principais para estancar o sangue de um hemorragia externa:
  • Compressão Manual Directa.
  • Compressão Manual Indirecta.
  • Garrote arterial (improvisado).
  
Qualquer deles deve ser associado à elevação do membro, se este for o local da hemorragia, mantendo-o mais elevado do que o coração.
Apenas iremos incidir na técnica de compressão manual directa por ser a mais indicada pelos formadores dos cursos de socorrismo.
 
 
Compressão manual directa
 
Consiste em aplicar sobre a ferida que sangra um penso, improvisado ou não, comprimindo a zona com a mão.
 
Se o penso se ensopar de sangue, não deve ser retirado. Coloca-se outro por cima e faz-se uma compressão manual mais forte.
 
O primeiro penso nunca deve ser retirado pelo socorrista.
Deve-se isso ao facto de que, quando se dá uma hemorragia, inicia-se também o processo de coagulação do sangue pelo que, nos bordos do ferimento e no sítio onde está aplicado o penso, este cola-se ao ferimento. Se for retirado, destrói-se o coágulo sanguíneo e tudo volta ao princípio.
Publicado por Socorrismo às 09:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
1 comentário:
De Gomes lourenco a 9 de Setembro de 2012 às 15:17
Obrigado pela orientacao ojudou-me bastante

Comentar post

Mais sobre o grupo
Fotos
Tags

alcoolismo agudo

anexos

avc

choque

diabetes

dor precordial

engasgamento

epilepsia

feridas

geladura

golpe de calor

hemorragias

hipotermia

insolação

intoxicações

introdução

sbv

todas as tags

blogs SAPO