CONHEÇA A IMPORTÂNCIA DE SABER PRATICAR GESTOS QUE SALVAM.
Posts recentes

Introdução

Dor Precordial

SBV

Engasgamento

Choque

Hemorragias

Intoxicações

Feridas

Golpe de Calor

Insolação

Geladura

Hipotermia

Alcoolismo agudo

Epilepsia

AVC

Diabetes

Anexos

Pesquisar neste blog
 
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Links úteis
RSS
Terça-feira, 6 de Maio de 2008
Engasgamento
Obstrução da via aérea no Adulto
 
O que fazer?
 
Estas acções executadas para o adulto também são válidas para crianças com idade superior a 1 ano.
 
Na obstrução parcial, encoraje a vítima a tossir; não deve ser feita qualquer outra manobra enquanto a vítima conseguir tossir.
 
Na obstrução total com a vítima consciente, iniciar de imediato 5 pancadas interescapulares e verificar se o corpo estranho (CE) se desalojou. Se a obstrução se mantiver, aplicar 5 compressões abdominais e verificar se o CE foi desalojado.
 
Se mesmo assim continuar, alternar as pancadas interescapulares com as compressões abdominais até a obstrução se resolver ou a vítima ficar inconsciente.
 
 
 
Pancadas Interescapulares
 
1) Colocar-se atrás da vítima e segurar a vítima pela cintura enquanto ela se inclina para a frente.
 
2) Executar as pancadas entre as omoplatas, sobre a região dorsal, com a base da mão.
 
  
Compressões abdominais
 
1) Colocar-se atrás da vítima com os braços à volta do abdómen. Inclinar a vítima para a frente.
 
2) Colocar uma mão sobre o abdómen, entre o umbigo e o apêndice xifóide, e colocar a outra mão sobre a primeira.
 
3) Fazer pressão para dentro e para cima.
 
Se a vítima em qualquer momento ficar inconsciente:
  • Proceder ao alerta imediato;
  • Iniciar a RCP, tanto numa vítima com obstrução conhecida como na suspeita de obstrução;
  • Verificar sempre a boca antes de executar as insuflações, sendo que a remoção do CE só é feita se ele for visível.
  
Compressões torácicas
 
Na vítima grávida ou muito obesa, a compressão abdominal é substituída pela compressão torácica. As compressões torácicas são alternadas com as pancadas interescapulares, em grupos de 5.
 
1) Colocar-se atrás da vítima e passar os braços por debaixo das axilas da vítima.
 
2) Colocar uma mão sobre o centro do tórax e a outra mão por cima da primeira. Evitar o apêndice xifóide e região de articulação das costelas com o esterno.
 
3) Executar pressão sobre o tórax da vítima, contra o tronco do socorrista.
Publicado por Socorrismo às 09:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
2 comentários:
De erika patricia a 30 de Maio de 2012 às 15:08
Ah muito legal, , , antes eu me engasgava e o pessoal me dava tapas , , vou ensinar isso a eles. . .(\',*)#
De paulo a 12 de Março de 2013 às 19:18
nao minha filha esse procedimento só deve ser executado em caso de obstruçao total da via aerea superior

Comentar post

Mais sobre o grupo
Fotos
Tags

alcoolismo agudo

anexos

avc

choque

diabetes

dor precordial

engasgamento

epilepsia

feridas

geladura

golpe de calor

hemorragias

hipotermia

insolação

intoxicações

introdução

sbv

todas as tags

blogs SAPO