CONHEÇA A IMPORTÂNCIA DE SABER PRATICAR GESTOS QUE SALVAM.
Posts recentes

Introdução

Dor Precordial

SBV

Engasgamento

Choque

Hemorragias

Intoxicações

Feridas

Golpe de Calor

Insolação

Geladura

Hipotermia

Alcoolismo agudo

Epilepsia

AVC

Diabetes

Anexos

Pesquisar neste blog
 
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Links úteis
RSS
Terça-feira, 6 de Maio de 2008
Anexos

 

Técnica da extensão da cabeça e elevação do maxilar inferior
 
1)    Colocar uma mão na testa, libertando os dedos indicador e polegar. Estes servirão para apertar o nariz se for necessário fazer insuflações.
2)    Inclinar a cabeça ligeira mente para trás.
3)    Dois dedos da outra mão são colocados sob o maxilar inferior, fazendo uma ligeira tracção superior.
 
 

Posição lateral de segurança (PLS)
 
O socorrista:
1)    Retira relógio e óculos à vítima.
2)    Coloca-se de joelhos junto à vítima que deve estar de costas e com as pernas esticadas.
3)    Coloca o braço da vítima mais próximo de si, para cima, ao lado da cabeça, com a palma da mão voltada para cima.
4)    Segura na mão contrária e leva-a até à face da vítima, do seu lado, com a palma da mão virada para fora.
5)    Com a mão mais próxima das pernas da vítima, segura a perna mais afastada da vítima, mantendo-a flectida.
6)    Vira a vítima para o seu lado.
7)    Mantém a mão da vítima debaixo da face e a cabeça em extensão.
8)    A perna de cima deve ficar flectida de forma a formar um ângulo de 90º.
 
 
Técnica de compressão torácica (CT)
 
1)    Colocar a base de uma mão na metade inferior do esterno, na linha média do tórax, e colocar a outra mão sobre a primeira, entrelaçando e levantando os dedos.
2)    Não fazer pressão sobre as costelas, na parte superior do abdómen ou sobre o apêndice xifóide (ponta inferior do externo).
3)    Manter os braços esticados, perpendicularmente ao tórax da vítima.
4)    Pressionar o tórax 4 a5 cm, 30 vezes. Após cada compressão aliviar totalmente, sem perder o contacto com o esterno, e fazer as compressões a um ritmo de 100 por minuto. O tempo de compressão é igual ao tempo de descompensação.
 
 
Método de insuflação boca-a-boca
 
1)    Fechar o nariz da vítima com os dedos indicador e polegar da mão que faz a extensão da cabeça.
2)    Mantenha a boca da vítima aberta.
3)    Faça uma inspiração normal e adapte a sua boca à boca da vítima de forma a obter uma selagem perfeita e faça a insuflação.
 
 
Técnica da elevação/impulsão da mandíbula
 
1)    Colocar os dedos indicador e médio de cada mão na curvatura posterior de cada lado da mandíbula.
2)    Fazer pressão no ponto articular dos dois maxilares (inferior e superior) e empurrar a mandíbula para cima.

Tags:
Publicado por Socorrismo às 08:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Mais sobre o grupo
Fotos
Tags

alcoolismo agudo

anexos

avc

choque

diabetes

dor precordial

engasgamento

epilepsia

feridas

geladura

golpe de calor

hemorragias

hipotermia

insolação

intoxicações

introdução

sbv

todas as tags

blogs SAPO